Thursday, 13 June 2013

Antoine de Saint-Exupéry

Estou completamente rendida 'a escrita de Antoine de Saint-Exupéry. Desde pequenos que somos inundados com O Principezinho, mas esta semana por curiosidade comecei a ler algumas passagens de outros livros do mesmo, e devo dizer que me consigo identificar, e muito, com o humanismo iminente na sua escrita. 

"Embora a morte e a vida se oponham uma a outra, como palavras que são, o certo é que só podes viver daquilo que te pode fazer morrer. E o que recusa a morte, recusa a vida. Se não houver nada acima de ti, não tens nada a receber. A não ser de ti próprio. Mas que hás-de tu ir buscar a um espelho vazio?"

"Não confundas o amor com o desejo de possuir, que acarreta os piores sofrimentos. Porque, contráriamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer........ o amor verdadeiro começa lá onde não espera mais nada em troca."